isto vai lá

Eu e a minha filhota ainda andamos a tentar entender-nos, um pouco como o Duricic e o Jorge Jesus. A mamã está em ensaios para uma peça de teatro (no Nacional e tudo, ena!) e nós ficamos várias tardes e noites sozinhos os dois, com um bom stock de leite fresco. As primeiras horas são relativamente pacíficas, mas a última hora pode ser simplesmente infernal. Creio que tive pelo menos quatro colapsos nervosos nos últimos dias, um deles deixou-me a tremer e incapaz de falar durante o resto da noite. Fiquei a chuchar o dedo em posição fetal no sofá da sala, com os olhos vidrados no vazio. Uma coisa surpreendente é o endurance dos bebés na modalidade de choro extremo. Desengane-se quem pensa que um bebé, tal como uma namorada, pode chorar até lhe passar um trauma qualquer e mesmo assim dormir sossegada. Um bebé vai sempre em crescendo. Eu suspeito que a certo ponto pode mesmo entrar em meltdown nuclear ou em modo super choreiro dragon ball. Mas ontem fizemos um grande progresso. Esfomeada, mamou um biberon inteiro de uma assentada, algo inédito, pois costuma rejeita o biberon após confirmar que não se trata de uma fonte da produtora. O truque é mantê-la adormecida no baby carrier até a fome a fazer ressuscitar com uma fome desgraçada e aí já não se faz esquisita. E por falar nisso, está a começar aos pontapés aqui no carrier. Over and out!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s