replicar o sucesso

Para replicar o sucesso (em termos de achievements e dedicação) que tenho tido na corrida, decidi aplicar os mesmos princípios à escrita. Segue-se uma lista de coisas a fazer.

  1. Concretizar e visualizar bem o que se quer fazer. Estou a treinar para uma ultra maratona em concreto. Vou escrever um livro em concreto, em torno de uma ideia central bem definida.
  2. O meu tempo dedicado à corrida não tem sobreposição com mais absolutamente nada. São ilhas de tempo na semana, cerca de 7-8 horas. É naquele dia e acabou. Está programado. São unidades discretas de corrida. Ou se corre ou não se corre. No passado com a escrita a coisa era mais difusa. Não é interrompido. Nem sequer começa se não pode acabar.
  3. Planear a agenda da semana. Visualizar 5 dias por semana, quanto tempo e a que horas. Pode ser sempre à mesma hora, pode ser a horas diferentes. Tornar essas horas sagradas.
  4. Decidir o que fazer. Um bocado dedicado a investigação, um bocado a trabalhar numa cena ou noutra, mas isso estar determinado para não perder tempo com um “uh-oh e agora?”
  5. Fazer algo progressivo. Já tive o ritmo mas perdi-o. Em vez de me frustrar por não aguentar uma hora a escrever, decidir-me a escrever apenas uns parágrafos e ir aumentando dia após dia, semana após semana.
  6. Ser extremamente ambicioso. Isto prende-se com o ponto 1. Tentar algo que me pareça impossível, nem que seja pelo estilo de escrita (3ª pessoa em vez de primeira, romance com argumento complexo)
  7. Não falhar uma sessão a menos que absolutamente necessário.
  8. Nos momentos de pausa, descansar. Descansar o corpo é fácil, é só estar parado ou dormir. Mas a mente está sempre a trabalhar, mesmo connosco parados a (tentar) relaxar. Não escrever o livro significa nem sequer pensar nele. O tempo para pensar nele, a existir, está na agenda. No resto do tempo faço outras coisas e deixo o meu subconsciente trabalhar.
  9. Em vez de exercícios de tempo, insistir no tamanho do texto / nº de caracteres que tenho de fazer para considerar encerrada uma sessão. Por experiência própria (ainda ontem senti isso a correr), às vezes não nos apetece nada continuar, mas depois de um “baixo” pode surgir um “alto” sem que nada o fizesse esperar e recuperamos o ânimo.
  10. Não sou nada de especial, não vou ser um grande escritor como os grandes escritores, mas tenho endurance. No passado fui demasiado impaciente. Se não souber algo que considero relevante para a minha história, não vou alterar a história para ela me servir o estilo e as suas limitações. Vou tentar, tentar, tentar e falhar as vezes que for preciso..
Anúncios

2 thoughts on “replicar o sucesso

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s