homens com bebés?

Ontem estava de bicicleta, com o baby carrier, eu de capacete e a minha filha também, conforme relatei no post, mas este é sobre outra coisa. Eu com o ar mais absurdamente totó que se pode imaginar por causa do capacete horrível (cabeça de cogumelo), com um bebé na bolsa marsupial de pernas escanchadas para o lado, a bicicleta dobrável roda 16″, e nisto há uma dama toda finesse (não é assim que a geração nova diz?)que se ri imenso para o nosso aparato. Eu senti-me um pouco ferido no orgulho. Aquilo foi um riso de “Ooooohhhhh que ternurentos que vocês são, mas agora vou ter com o meu namorado que é jogador de futebol e um dia teremos um bebé também e a nossa empregada vai andar assim com ele”.

Hoje fiz um desvio, costumo ir por uma avenida mais deserta, por uma ciclovia, onde o carrinho ou a bicicleta andam nas horas, mas preferi passar pela avenida da igreja com a minha filha no carrinho. Até porque estava de fato e ela no carrinho, já não parecíamos tansos de capacete e podíamos mostrar-nos e levar a cabo a experiência. Dizem-me que o os homens com bebés, ainda por cima uma menina, são muito atraentes e queria só ver pelo canto do olho se assim era. Mulheres dizem-me isto e vários homens com bebés também.

Resultado: em toda a avenida só conversei com uma pessoa e era um homem de bigode com um cão chamado Rex que teve a gentileza de apresentar o Rex quando a minha filha apontou e disse “cão! ão ão”A minha filha e o Rex conversaram um pouco e seguimos viagem.

Acho que há aqui uma confusão. Sim, houve pessoas a voltarem-se para nós, houve a namorada de um gajo estúpido de calções à suburbano que quase se agachou diante do carrinho para soltar um OHHHH! TÂO FOFINHA! dando assim uma indirecta ao namorado de que está com os óvulos a fermentar à tempo que chegue, sim, tudo isso. As duas velhinhas, as pessoas numa mesa da esplanada a reagir ao indicador espetado da Júlia: “olha!”. Mas isso é o normal.

Da parte dos homens que descrevem autênticos assédios, acho que há uma espécie de, não sei como explicar isto… qual é a tradução para delusional? As mulheres mais crescidas sabem que não podem ser simpáticas para um homem que ele fica logo com a ideia que ela lhe quer saltar para cima. Estão numa discoteca, pedem lume a um homem, o que ele ouve é “quero que me tomes por trás e à bruta” ou algo do género e só à segunda é que vão procurar o isqueiro em todos os bolsos das calças e se não têm e ela vai embora pensam “foda-se, podia ter comido esta gaja, vou começar a andar sempre com isqueiro para estas ocasiões. Vou começar mas é a fumar”. Assim, qualquer piropo dirigido ao bebé é normalmente filtrado pela mente masculina como um piropo dirigido a ele e que tem sub-entendido sexo, nem que seja sexo sem fazer barulho para não acordar o bebé no quarto ao lado a dormir, “como elas gostam”, já ouvi dizer. Quanto a elas, é a projecção de uma fantasia e do instinto maternal, uma fantasia facilmente desfeita à primeira deixa do homem que ameaçasse tornar a fantasia real.

: – Que bebé tão gira, que idade é que ela tem?

– Tem 1 ano e 1 mês. É gira não é?

– Oh, tão fofa, está tão crescida.

– E tu que idades tens?

– Eu…? 28…

– Estás tão crescida.

Anúncios

4 thoughts on “homens com bebés?

  1. Nunca passei bem por isso dada a minha tenra idade quando a Catarina nasceu. Considero que é um pouco exagero. Já com o cão, quando ele era pequeno, metiam-se um bocado.

    O melhor que passei quando ela era bebé foi quando aproveitei o facto de estar sozinho em casa com a ela e convidei um amigo para jogar (PS2, só para teres noção do quão para trás no tempo estamos a falar…) e mesmo antes de começarmos a jantar a criança começa a sentir-se mal então, naquela óptica do “não é nada, é ir, remédios e voltar e jogar novamente”, ele foi comigo ao médico com ela. Havias de ver o ar das pessoas a ver dois gajos a descerem a rua com o carrinho de bebé, e nós a entrarmos no médico e a enfrentarmos aqueles sorrisos de todas aquelas mães sozinhas, orfãs de companheiros, aqueles sorrisos que dizem “eu apoio-vos e percebo-vos, sou tão moderna, até vos invejo um pouco”.

    1. :))) deve ter sido um ar parecido (mas mais extremo) que me fizeram quando fui com um amigo ao IKEA comprar um colchão e me sentei em cima dele e lhe perguntei o que ele achava e parecia que estávamos os dois a mobilar o nosso quarto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s