Sócrates

Estou feliz. Até comprei champanhe. Estou feliz pelo que a justiça portuguesa tem demonstrado nos últimos tempos. Não defendo linchamentos. Na minha perspetiva de cidadão, Sócrates é corrupto, mas não tenho qualquer interferência na justiça. Sou parte da opinião pública. Onde há fumo, há fogo, e tendo em conta José Sócrates e o seu sinistro histórico, há hectares de floresta a arder. Hectares. Não me peçam para não ficar feliz e presumir a inocência do bicho, como se um processo destes nascesse de um sorteio aleatório de processos, hoje sou eu, amanhã és tu, depois é um ex-primeiro ministro… Epá, não me lixem. Quero confiar na PGR, nos investigadores que montaram a acusação, como confiei neles no caso de Ricardo Salgado ou dos Vistos Dourados. Confio neles. Podem argumentar que se deve a mudanças de ciclo político, ao colapso do BEs etc… precisamente É uma das vantagens da democracia. Precisamente.

Anúncios

9 thoughts on “Sócrates

  1. Este é um caso que não tem qualquer semelhança com os outros mencionados. O facto de o homem ter um sinistro histórico e ter sido sempre “ilibado” (durante e depois de ser PM) a mim não me descansa muito – mais rapidamente me lembra uma perseguição kafkiana. Pior, qualquer que seja a verdade, a justiça não sai bem na fotografia – ou bem que ele é corruptamente culpado e aí a justiça andou a dormir na forma mesmo com todos os casos ou bem que o homem é inocente e então a perseguição é evidente. Esta é a única conclusão interessante que se pode tirar agora. (e já agora, estou muito interessado no final do caso salgado)

    1. No caso da destruição das escutas foi evidente a protecção do PGR e de um sistema de influência. Houve indícios fortíssimos e já tinha havido antes. Acho que a detenção de sócrates (e o caso dos vistos dourados) acontece também sobretudo pelo colapso da poderosa rede de influência do BES e de Ricardo Salgado. No money, no friends.

  2. só mesmo para assinalar que há argumento e depois há esta merda: “Onde há fumo, há fogo, e tendo em conta José Sócrates e o seu sinistro histórico, há hectares de floresta a arder. ”

    mal, muito mal. isto não é propriamente um incêndio ou uma forma de comunicação ancestral qualquer: isto é o regime a desfazer-se em merda. e hoje é o sócrates, ontem foi o tipo das secretas, há um mês o salgado… amanhã somos nós os dois, tu que és anti-sócrates, eu que sou neutro-sócrates, e se for preciso ainda lá vão apanhar os pró-sócrates.

    cumprimentos.

    ps: (lol) se sócrates for culpado, que se foda. se não for, que se foda também. mas que se fodam sobretudo os autos de fé.

    1. Acho extraordinário como há pessoas inteligentes que acreditam mais facilmente em teorias da conspiração que envolvem dezenas de magistrados e investigadores da PJ a mando sabe-se lá de quem, para reunir um dossier com indícios suficientes para prender… quem? Um tipo como o Sócrates. Bolas, se isto não é delírio e mania das grandezas… eu sei que não gramo o Sócrates, mas daí até fazer dele um mártir tipo Kennedy, nunca me ocorreria.

  3. Fiquei tão feliz quando soube da notícia que só não abri uma garrafa de champanhe porque não posso beber! E eu nem sequer gosto de champanhe! Eu só penso que devem ter contra ele uma quantidade inegável de provas, para ir dentro desta maneira. Isso, e como o juiz que assinou o mandato os tem no sítio.

  4. eh pá, tético. És um demócrata do carago, ó tolan. como é com o filho de uma meretriz como o fócrates, vale tudo. inclusívé cagar de alto no mito urbano que é o degredo de justiça em portucale. deixemo-nos de merdas. estás contente. eu também. Mas se fosse com um qualquer teu amiguinho, chorarias como uma madalena arrependida. como dizem nuestros hermanos, es lo que hay. somos todos uns hipócritas.

    R.

    1. Amiguinhos? Vai-te tratar. Não tenho simpatias partidárias. Destesto o Sócrates, sim, mas foi em crescendo e por vários motivos. Ser do PS não tem puto a ver. Aliás, eu teria votado nele na primeira eleição. Não sou maniqueísta. No tempo em que era PM, já era unha com carne com Pinto Monteiro, o PGR. Queres falar de segredo de justiça numa pessoa que tinha o Procurador Geral da República na mão? O almoço da semana passada, achas que foi para falar de livros e viagens como disse o Pinto Monteiro, insultando o senso comum e a inteligência colectiva? A destruição das escutas, por exemplo, sabes o que foi? Achas que terem prendido Sócrates agora não tem relação nenhuma com a saida de Pinto Monteiro e o colapso da rede de influência do BES? É só que não estamos aqui a falar de um pobre cidadão qualquer, mas sim de alguém que estava no topo de uma cadiea de influências e dentro do regime. Daí não ter qualquer empatia por ele neste capítulo. De resto, investigue-se a fuga (o mp já abriu inquérito) ou então altere-se a lei, pois a violação do segredo de justiça é sistemática, seja qual for o acusado, desde que seja figura pública, ela acontece. Também acho bem que o metam naquela cadeia de polícias e magistrados. E espero que tenha um julgamento justo. E também espero que o PS não leve todo por tabela e que se possa livrar deste estigma a tempo de termos umas eleições normais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s