não tenho nada para vestir

Finalmente percebi aquele cliché das mulheres do “não tenho nada para vestir“. A julgar pela minha filha, em poucas semanas, roupa e sapatos que servem perfeitamente a uma mulher deixam de lhe servir. Sempre a crescer ou a roupa a encolher, artifício dos fabricantes. E espalham as roupas todas em cima do trocador e ficam a olhar para aquele caleidoscópio de tecido em desespero. Porquê este comportamento em idade adulta? Porque já não têm um pai que pegue nelas e as enfie dentro de peças que sirvam, ao acaso, relativizando dessa forma a ditadura da imagem e das tendências. A minha filha até agora não tem qualquer complexo com o facto de chegar à escola em preparos que não traduzem a classe social a que pertence, isto é, a realeza.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s