resiliência

comi uma bifana ao balcão da cervejaria da minha rua.

Vi a minha cara no espelho por entre as garrafas de vat 69 e cutty sark. Estou com ar cansado, mas sorri-me. Carreguei na mostarda e pedi outra imperial. Comecei a ficar feliz e a descontrair de um episódio negro à saída do metro, dois putos estúpidos a meterem-se com outro que era gay. Cavalheirismo século XXI. Não temos donzelas em castelos em chamas atacados por dragões. Temos de nos contentar com miúdos altos e magros com cabeço pintado a serem perseguidos por betos estúpidos do século VI. Não consigo tirar da memória agora o facto dele estar magoado e quase a chorar. Que mundo de merda, às vezes, a sério… putos? É preciso copiarem os pais nisto?

Já me chamaram homofóbico porque sempre que vejo homens a beijar-se em filmes viro a cara ou escondo-me como se estivesse a ver um filme de terror. Não gosto de ver. Ao vivo, curiosamente, nunca me fez grande confusão porque posso olhar para os meus pés e continuar a dançar. Mas não num filme em que estou a olhar par a o ecrã concentrado. Nunca senti que isso fosse homofobia. Não gosto de ver leões a matar zebras naqueles documentários bbc. Mas gosto de leões e de zebras e acho que os leões devem poder comer zebras. Só que mudo de canal. E de resto posso ver filmes cheios de homossexuais como o Transformers.

E gosto de ver mulheres a beijarem-se. Não sei se isso conta para não-homofóbico. Já me disseram que não. Já me disseram que o facto de uma pessoa achar que há pretas muito boa, que costumam ter rabos fantásticos e ponderar como perfeitamente plausível namorar com uma não faz dessa pessoa não-racista, por isso não sei. Não entendo o mundo e os seus rótulos confusos.

Comi uns tremoços, mas voltei depressa para casa e ficaram muitos no prato. Só fiquei duas noites sem a minha filha. Mas as coisas agora não são tão más como foram. E o que desejo àquele puto magricelas alto é que tenha também resiliência, muita.

Resiliência ou resilência é um conceito oriundo da física, que se refere à propriedade de que são dotados alguns sub-materiais, de acumular energia, quando exigidos ou submetidos a estresse sem ocorrer ruptura. – wikipedia

Anúncios

9 thoughts on “resiliência

  1. Eduquem bem essa menina, em doce, em guerreira (a minha de 19 anos zangou-se vezes sem conta com os amigos homofóbicos; não ganhou nada, mas obrigou-os a pensar e, em alguns casos, a mudar de atitude; também aconteceu lançar-se para o meio de uma luta onde o melhor amigo – o “mano”, ainda hoje – era agredido sem piedade).

  2. A nossa mente só está prepararada para ver aquilo que nos ensinaram como sendo o normal. A partir daí vai falhando algo bastante grave, como o respeito pela diferença.

  3. Deixa-me ver se percebi: se o mancebo por quem tão garbosamente intercedeste estivesse a ser acossado por estar aos beijos com um qualquer marçano ou magarefe, já fecharias os olhos em vez de intercederes?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s