encomendaram-me um livro

Aqui há meses, uma editora, uma proposta, um tema, tu és a pessoa, força. Eu disse que sim, duas mulheres bonitas, à beira Tejo, dia de sol, um Monkey 40 e não sei quantos, ia dizer não? E fiz bem em dizer sim. Mas estou emperrado. Não foi só perder o drive. Eu agora, corro e sou pai. A corrida é, depois de ser um bom pai, talvez a actividade mais oposta a boa escrita de que me consigo lembrar. E o tema? Não posso revelar muito, mas como é óbvio, tem a ver com mulheres e esse tipo de coisas. Perdi a confiança. No que respeita ao tema em si, não encaixei bem um golpe de uma rapariga bonita. É como se a cada passo que desse, olhasse para mim e visse coisas que não interessam e voltasse atrás. E aqui há tempos senti-me “mais velho” pela primeira vez. Eu não queria nada com ela, instigava-me um sentimento protector acima de tudo, mas falou comigo com a condescendência de uma adolescente a falar com um tio protector e fez aquilo de forma leve, nem foi maldosamente, queria ser engraçada, mas tocou num ponto sensível que até ali desconhecia em mim. Estou a caminho dos 40. Aqui há dias dei comigo a ver o preço de um Z4 no configurador online da BMW, a escolher estofos, extras, essas coisas. Não se preocupem, vai correr tudo bem.

Anúncios

2 thoughts on “encomendaram-me um livro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s