os cães do sono

Os cães abandonados e abatidos nos canis,  quando morrem, ficam anjos da guarda das crianças que dormem e velam pelo seu sono tranquilo, protegendo-as, até elas crescerem e não precisarem mais. Cada criança tem um cão de guarda de sono que foi um cão vadio ou abandonado. As almas desses cães de ninguém cumprem primeiro essa etapa antes de irem para o céu dos cães que é um sítio com sol, quente, com relva e canteiros para escavar. Até lá, têm um pequeno dono que dorme e eles velam por ele, ajudam-no a adormecer com a própria respiração pesada cheia de suspiros tranquilos que só as crianças ouvem. Dormem, mas estão sempre prontos para afugentar maus sonhos com rosnares ferozes.  Depois quando já não são precisos, partem em paz e juntam-se aos outros cães. O céu dos cães é o mesmo dos homens e de todos os animais. Ficam à espera dos donos. Há pessoas crescidas que, mais tarde,  têm insónias, pesadelos, dormem mal. Estão desprotegidas sem o cão do sono. Acordam a meio da noite, angustiados. Vêem as horas no relógio. Pensam no dia de trabalho, no stress, e não ouvem o sopro, o suspiro tranquilo e o ranger do vime de um velho cesto com uma almofada onde o cão do sono se ajeita para dormir.

Anúncios

5 thoughts on “os cães do sono

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s