febre

É pelo menos a segunda vez desde que tenho este modelo de filha com 19 meses que, ao tocar-lhe, me queimo. Não sei se é febre, pois apesar do termómetro indicar 39.7cº ela fala, janta, brinca e pinta normalmente, com risota pelo meio. Eu com 38º estaria estendido no chão, sozinho em casa, a tentar arrastar-me para o telefone e chamar o INEM. Começo a suspeitar que os putos têm um chips com deficiências de ventilação como um portátil que eu tinha da HP. Estava em overclock constantemente e metia-se a assobiar do ventilador assim que eu chegava às 6 mesas de poker online abertas ao mesmo tempo. Tinha de trabalhar com ele em cima de uma base de ventilação e com uma ventoínha no escritório. Dava para estrelar um ovo em certas partes do teclado. Mas funcionava sempre e só estoirava do calor uma ou duas vezes por sessão. Ou isso ou é só muito metabolismo para um corpo que, apesar do percentil 85% de peso e altura, me parece pequeno para o conter.
Se da primeira vez entrei num pânico relativo e lhe dei um banho de água gelada (erro, fui ver depois), liguei para a saúde 24 e fui à Conchanata dar-lhe gelado de urgência, desta vez foi um calmo banho morno para se deitar refrescada e o benuron rabito acima. Pediu beijinhos, a raposa, o urso castanho e o cão. Qualquer dia não há espaço na cama dela para dormir, tamanha é a multidão de bicharada com sono à mesma hora. Sobrou, felizmente, o urso rosa. Ficou na sala. Ainda bem porque ultimamente tenho tido maus sonhos e o urso rosa é o que conta as melhores histórias.

Anúncios

8 thoughts on “febre

  1. Fizeste o acertado. Se se mantiver nesses níveis, alterna entre Ben e Brufen de 8/8h.
    Se não baixar muda para 6/6h.

    Brufen suspensão 20 mg/ml é indicado para crianças a partir dos 5 kg de peso corporal (3 meses de
    idade), adolescentes e adultos.

    Não adianta panicares, nem urgências, nem nada disso. Não fazem nada se não tiver há pelo menos 3 dias.

    Se resolveres panicar, podes sempre fazer o drama: “Ai Dr., há 4 dias que a febre não baixa. Já nem sei o que hei-de fazer”.

    Geralmente resulta 🙂

    As melhoras da J.

    1. Como médico e pai não consigo compreender os pais que, trazendo os filhos por febre sem foco ou sem outras queixas, mentem sobre os antecedentes e queixas. Um outro clássico na urgência é deixar os filhos em pirexia sustentadada, não administrando paracetamol ou ibuprofeno, apenas para que, tendo uma febre superior a 38,5ºC, tenham atendimento mais rápido pela pulseira laranja.
      Subvertem o raciocínio dos profissionais que atendem o V. filho, colocando em causa o melhor atendimento. Deixam os filhos submeter-se a estudos invasivos, como colheita de análises ou exposição a radiação (quando se pede um Rx tórax para estudar uma febre sem foco). Esquecem o real bem-estar dos filhos em prol de uma tranquilização ignorante do espírito.
      Já me deparei com algumas dessas situações. Mas nunca tinha encontrado um público incentivo às mesmas! [e logo num blog agradável e interessante]

      1. Caro médico estupefacto, creio que ali a Patrícia estava a ser meio irónica, a nenhuma mãe (ou pai) leitor deste blogue passaria pela cabeça deixar uma prole em pirexia (mas de outros blogues, claro que sim). Se bem que hoje fiquei aborrecido da pirexia lhe ter passado e assim eu não ter tido desculpa para ficar em casa a ver os bonecos com ela em vez de ir trabalhar e a deixar na creche 😐

      2. Exmo. Sr. Dr.

        Não estava a incentivar nada. Foi uma simples brincadeira por ser um homem a escrever o post.
        Até porque nunca o fiz com o meu filho, muito menos incentivaria outros a fazê-lo.
        Mas já vi e ouvi muita mãe
        “responsável” a fazê-lo. Acredite que aconteceu mais vezes do que se julga.
        Lamento o mal entendido e aceite as minhas humildes desculpas se feri susceptibilidades. Não era, de todo, a minha intenção. E sim, é um blog deveras interessante.

  2. A Conchanata tinha uma fila enorme no sábado, quando lá passei.

    Quebrado o gelo inicial do comentário – que deve ter pingado ali de cima do post – torço as mãos debaixo da mesa sem saber como dizer-te que adorei ler. Não sei se mais pelo ovo estrelado em cima de certas partes do teclado (fez-me lembrar o nove semanas e meia) se por causa do urso rosa e respectivas skills. (ainda não me saiu o sorriso)

    Mas devia era ter começado por desejar as melhoras à Júlia, desculpa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s