vamo-nos casar (revisited)

A timidez ainda me remete para ávores e flores e prédios. Nada de pessoas. Até parece que não gosto de pessoas.

Depois de muito pedalar passei por este bonito prédio muito amarelo .

Cheguei à Penha de França, umlocal que descobri por acaso a correr pela cidade e onde regressos muitas vezes ao fim da tarde. Tem a igreja em Lisboa de que eu gosto mais, mas eu que não percebo muito disso nem sou frequentador.

Tive sorte, estava a decorrer uma missa e entrei. Podia referir o facto de nao ter tirado nenhuma foto a focar o rapaz com a t-shirt dos rolling stones, foi pena, tentei, mas não o suficiente. Foi muito relaxante ouvir um bocadinho desta missa.

Só carreguei no disparador quando todos cantavam em coro, pois o barulho do disparo era bem audível e fazia eco e não queria perturbar a concentração de ninguém no momento da oração.

O sol vem de frente nos virtais por detrás do altar e a igreja fica banhada numa luz quente muito bonita. Quem a construiu e virou isso para Oeste sabia o que estava a fazer.

Lisboa é lamechas, os jovens estão cada vez piores nisto e no bullying. Não podem ver vistas que ficam todos coiso.

E pega-se. Eu fico sempre melancólico quando vejo toneladas de boas intenções e sentimentos desperdiçados por serem aplicadas no sítio errado.

Não são só os portugueses, os estrangeiros também ficam lamechas na Penha de França. Só espero que não tenha sido o Hollande a escrever isto. Ou pior, o Sarkozy.

Serei eu a única testemunha lúcida de Lisboa? Não havia turistas aqui. Nem um. Nem um tuk tuk. Nada.

O fim da missa, debandada silenciosa, mas eficiente. Vão de braço dado, muito queridas.

Ainda pensei esperar pelo por do sol total. Pelo céu laranja espectacular e cliché. Mas não me apeteceu, tinha fome. Ele que se despachasse.

Gosto muito dos telhados de Lisboa, dá-me sempre vontade de ser um gato ou  o Batman e caminhar sobre eles.

E gostei deste vaso e palmeirinha nas escadas de acesso. Não tem grande interesse, mas eu gostei dele. Ninguém gosta dela. Quem é que já reparou nesta palmeirinha? E qual será o nome técnico? Palmeirinha não deve ser.

Mais lamechice debaixo de um vidro no exterior da igreja, desde 1992.

Seguimos viagem, truca truca truca Penha de França abaixo, agora já mais depressa. Vi coisas muito lindas, mas todas adequadas a outra lente (Vareta, depois explico, calma) e outra pessoa.

Podem vir viver para estas zonas, senhores jovens alternativos de esquerda, há muito genuíno, muito pouco turista. Onde morará o proprietário do Punto Amarelo? Mistério.

Alameda, deixaram umas garrafas e mochilas perto destes pinheiros. Também podia ter esperado mais um pouco. Vem muita gente para aqui ver o por do sol e impedir-me de fotografar os bancos e mesas sem ninguém.

Bonito, bom para um power point.

No caminho para casa parei na avenida Roma. O por do sol tinha atingido o seu apogeu de esplendor, a julgar pela luz nos prédios de onde se podia vê-lo.

Anúncios

5 thoughts on “vamo-nos casar (revisited)

  1. Gosto do passaro acordeonista e da palmeira (com a sua armacao azul). De facto, as fotos com pessoas so vao mellhorar quando venceres essa timidez. Qual o pior que pode acontecer? “Nao, nao quero que me fotografes”. “ok, obrigada, e bom dia”.

    1. mais fácil dizer do que fazer. É que não me interessa propriamente o grotesco ou excêntrico ou pitoresco, mas o comum, o detalhe. Hoje a empregada de perfil popular que me serviu numa tasca tinha tatuagem barata na mão que gostaria de ter fotografado em grande plano, com a mão rabiscar a conta na toalha de mesa. Foi só um detalhe. Penso que também me está a treinar melhor para “ver” e fixar detalhes. Os espiões (agora ando com os espiões na cabeça) treinavam a memorização de traços muito marcantes nas pessoas, para as descreverem nos relatórios (ex: tem um coxear ligeiro, um sinal no pescoço do lado direito etc.)

      1. Aaah, um dos meus desportos favoritos, o people-watching. Hmmm, na verdade eh facil tambem fazer. Se pensares que vem ai um Big Crunch, o que custa uma pergunta? O desafio esta lancado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s