situação grega explicada à minha filha

Estamos os dois em casa com a virose, de modo que aproveitei para brincar de forma pedagógica com ela e explicar-lhe o que se está a passar.

“oh não, camarada! o nosso stock de avelãs está a esgotar-se porque somos oprimidos pelo grande capital e pelas políticas de direita!”

No Eurogrupo, aguarda-se a chegada do Rato Grego para discutir se emprestam e injectam mais fundos do pires de fundos. A apreensão é geral.


“…  ou me dão mais fundos para avelãs ou falo com o Urso Russo. Ah, e de qualquer forma, não podemos pagar o que devemos, isso é evidente. E exigimos ao gato compensações por crimes. E… “


A mão pesada da chanceler abate-se sobre o Rato Grego.


O Rato Grego muda de tom e dá música aos seus parceiros na esperança de libertar fundos do pires: “queremos liberalizar e privatizar coisas, a sério que queremos”, diz o rato Grego enquanto sapateia o hino da alegria.

O ministro das finanças grego reúne com a directora do FMI que protesta: quer adultos na sala.


O BCE e o FMI analisam as propostas técnicas gregas. Não parecem muito rigorosas e pode mesmo ser a versão errada.

No fim do dia o Ratinho Grego volta para a Grécia com a tão ambicionada moedinha. Uff, foi duro e hoje vai dormir um soninho descansado.

Anúncios

14 thoughts on “situação grega explicada à minha filha

      1. Justíssimo 🙂
        Eu é que me tinha fixado só no elemento “saído da casca” e não estava a ver a coisa pela perpectiva de ser um pintinho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s