amigos

julian
Ao ver a entrevista ao comovido Julian Wilson que estava na água e nadou para tentar salvar o amigo Mick Fanning do tubarão, dou-me por feliz por saber que nunca me vou ver na situação de ter de fazer uma coisa arriscada para salvar um amigo. Alguma coisa boa havia de vir de não ter amigos. Quer dizer, tenho, mas não amigos a sério, ao nível de fazer uma coisa daquelas e a maior parte (tirando 2 ou 3) são uns choninhas de primeira no que toca à exposição a tubarões brancos. Quando muito tinha de ir buscá-los ao wc de uma discoteca para que não se afogassem na sanita ou ir desligar o quadro se apanhassem um choque numa torradeira e empurrá-los com o cabo de uma vassoura. Aqui numa situação destas o máximo que faria era dar apoio psicológico depois de chegar à praia ou de subir para um jetski, até ver que ele tinha sido submerso e já não valia a pena, tipo “vai Mick, dá-lhe, agora um gancho da esquerda, isso, agor.. oh…” Depois ligava para o 112 (é gratuito). E recolhia-lhe a toalha e os chinelos, os pais gostam de ficar com esse tipo de recordações dos filhos e roubam-se imenso chinelos nas praias (no Baleal já me roubaram dois pares de havianas enquanto fazia surf). Seria o herói do dia ao chegar com a toalhinha e os chinelos num saquinho ao pé dos pais “olhem, consegui recuperar isto”. Pela minha filha, sim, faria isso, mas a minha filha para um tubarão branco é tipo plankton. Não tinha de demonstrar coragem muito tempo. O pior era explicar à mãe: “Estou? Lembras-te de te ter dito que não havia perigo nenhum da J. ir de braçadeiras para uma praia australiana infestada de tubarões brancos? Bem, afinal estava errado e tu tinhas razão! Não estás contente de ter razão?”

Anúncios

15 thoughts on “amigos

  1. olha, voltei a seguir-te, salvo seja, não tens de te preocupar nem de chamar a bófia, sou demasiado orgulhosa pra ser stalker, porque tu tens muita graça. Esse costume de roubar havaianas é bem brasileiro, já cá chegou? cabrões.
    Bjo

    1. sim, só aparece no painel do wordpress, só me interessa que tu saibas quem sou, não as tuas stalkers, as abelhinhas que zanzam à tua volta, apesar de dar alguma bandeira nos comentários :p

  2. Gostava de conseguir escrever posts com piadas sobre o meu filho sem receber ameaças ou ser insultada. Respect.

    (sim, as pessoas que lêem a merda do meu blog não são as mesmas que lêem o teu, eu sei)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s