destroços do MH370, o óbvio que toda gente pensou

– Alors, que te parece François?”
– Isto é claramente um flap de um boeing 777 e por estes percebes e conquilhas esteve no mar entre 1 e 3 anos.
–  Sacrebleu. Achas que é do vôo MH370?
– Je ne sais pas Jean, é definitivamente de um boeing 777 que não teve uma aterragem convencional no oceano, embora não seja de excluir o rio. Os rios desembocam no mar. Pode ter aterrado no Hudson em nova iorque, tanto quanto sei. Queres um percebe? Este está fresco, olha.
boing
– Mas não te parece improvável, François?
– Temos de excluir todas as possibilidades. Incluindo a de um boeing 777 ter perdido parte de uma asa nesta região e não ser o MH370.
– Mas, François, sê raisonable, seria possível um avião perder parte da asa e não cair? Ou ninguém saber desse acidente? Alons, François…
– É um pedaço de flap bastante grande e denota danos estruturais sérios como se tivesse sido arrancado e danificado de forma não organizada, como sucede no caso de aterragens não convencionais em que o avião se despenha e despedaça em fragmentos aleatórios, causando a cessão de vida dos ocupantes.  Claramente, não foi um técnico qualificado que desmontou esta peça. Repara como é irregular o corte ou como não desaparafusaram aqui os rebites do painel. Se foi é um trabalho muito amador, olha aqui, mais parece uma dentada de uma criatura do género Godzila, isto. Em qualquer caso é pouco provável que o piloto não se apercebesse que lhe faltava um pedaço de asa como este. Costuma notar-se. Mas atenção, Jean, já vi coisas que não lembra ao diabo. Uma vez vi um cão a andar de bicicleta num video. Non, temos de consultar os registos de todos os boeing 777 que caíram nesta zona do globo nos últimos 2, 3 anos e ver se algum coincide com este pedaço e o número de série nesta chapa.Vai demorar séculos, Jean, mas não temos outro remédio. Se ao menos soubéssemos com maior detalhe onde o MH370 caiu, isso reduziria bastante a lista de quedas de 777 suspeitas a ter de verificar. Mas em todo o Índico? Temo que não teremos férias.

Anúncios

7 thoughts on “destroços do MH370, o óbvio que toda gente pensou

  1. est vrai, je pensei mesme ça.
    epá, encontrei-te nas profundezas do facebook a comentar não sei o quê onde eu também andava, pensando que ninguém normal iria ali perder tempo como eu fui, e senti-me como se tivesse encontrado um português numa discoteca em Varna, estive a milímetros de adicionar-te como amigo, mas entretanto lembrei-me que não me conheces de lado nenhum. uma cena macaca, isto dos blogs.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s