pânico? é só dinheiro

Passos parece mesmo cansado e farto disto e tenho a convicção que friamente já se percebeu que é preciso pensar em novas eleições e preparar o terreno para as mesmas, dessa vez com uma maioria absoluta de PAF, uma vez inaugurada a era das coligações cínicas. Nessas eleições o eleitorado passa a saber que votar PS é votar num possível governo PS PCP Bloco. Boa sorte com isso. O natural é levar a uma cisão dentro do próprio PS (que já se começa a ver, basta pensar nos candidatos a PR, Assis vai falar hoje, Sérgio Sousa Pinto demitiu-se etc.) formando-se um super-Bloco com António Costa à cabeça e um PS mais liberal.

Se Costa formar mesmo governo e esse não estoirar depressa por si só, adivinha-se mais um resgate em pouco tempo. Não se trata de pânicos de PRECs e afins, trata-se do resultado prático das medidas que resultam de uma negociação PS – BE e PS – PCP.

Não haveria qualquer problema de legitimidade para enterrarem o país (afinal de contas, têm esse direito) se
1) na campanha Costa tivesse levantado a possibilidade de se coligar com a extrema esquerda e não o oposto, sendo visíveis pontos de aproximação e não o oposto
2) a extrema esquerda tivesse admitido essa possibilidade (o Bloco apesar de tudo, admitiu, embora neste momento tenha abdicado das suas condições para o admitir)
3) Costa tivesse vencido as eleições sem maioria absoluta (com maioria absoluta obviamente ignoraria o Bloco e o PCP)

Nestas condições, um governo de Costa teria legitimidade. Recordo que Passos mesmo durante a campanha admitiu negociar com o PS coisas como o Orçamento ou a Segurança Social, o que Costa recusou. Assiste-se a um cinismo miserável. Costa caso forme governo vai ocupar o cargo com uma imagem desgastada, ferozmente julgado por grande parte do eleitorado, com um partido dividido e com uma mera base aritmética votos que não representa a vontade do país, por muito que nos queiram vender essa ideia, e nem é uma questão de retórica de campanha, é mesmo algo inédito em 4 décadas de democracia e nuns estáveis 70-75% do eleitorado que é de centro moderado.

A ambição de António Costa vai custar-nos caro (já começou) mas Portugal não é a Grécia, nem o Bloco ou o PS são o Syriza versão Varoufakis. É o país que temos e pagamos para viver nele. O Tejo, o mar, a montanha, os dinossauros do PCP, as jovens intelectuais de extrema esquerda, com pinta, tudo isto custa dinheiro.

Por mim, confesso que não tenho qualquer problema com a troika, como é sabido. Acho mesmo que deveria haver um acompanhamento técnico permanente das contas do país e um plano de objectivos para ver se isto se aproxima mais de qualquer coisa mais civilizada. Qualquer pessoa razoável e sem palas ideológicas nos olhoslê o memorando da Troika e concorda grande parte do que lá está escrito, mesmo ao nível do detalhe. Venha o próximo, já que António Costa e a extrema esquerda o desejam ardentemente.

Anúncios

3 thoughts on “pânico? é só dinheiro

  1. Aritméticamente, PS+BE+CDU tiveram mais votos. A “esquerda” teve mais votos. E atenção que não gosto muito de usar esta expressão até porque acho que o PS na prática não tem muito de esquerda. Mas pronto. Falo em esquerda não no sentido de representar estes três partidos juntos, mas no sentido de representar aqueles que defendem um conjunto de medidas para atingir as metas da troika que não tenham como objectivo arruinar ainda mais os contribuintes (ou não arruinar tanto vá). Nem usar o dinheiro dos mesmos para “salvar” bancos na falência. And so on. Ainda que o programa eleitoral do PS seja substancialmente diferente do do BE e CDU, estes defendem mais o estado social do que o PSD/CDS. E essa foi a vontade do povo.

    Se quiser, posso lhe indicar alguns artigos interessantes que explicam a origem da crise, a questão do BCE e dos interesses dos bancos, e vai perceber que Portugal e outros países não passam de meros peões neste imenso jogo de interesses económicos que é a Europa. Pelo seu discurso neste e em posts anteriores, depreendo que o seu nível de informação se limita com aquilo que os media nos fornecem, o que se torna muito limitativo para formar uma opinião (e publicá-la). Digamos que o que vemos é apenas a ponta do iceberg, e se não procurarmos informação por nós próprios, estamos lixados.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s