regredir

Ao ler umas coisas do pediatra Brazelton sobre o desenvolvimento dos bebés e crianças, aprendi que elas costumam passar por um processo de regressão antes de um salto de amadurecimento. Eu sempre fiz isto. Por exemplo, antes de ir para a universidade, regredi: comecei a fazer chichi na cama e a gatinhar. Mentira. Bem, gatinhar, uma vez, quando experimentei tequila numa pousada no gerês. A despedida de solteiro é talvez o ritual mais “regressivo” que eu conheço. Aliás, é tão regressivo que, apesar de me divertir imenso nas despedidas de solteiros de amigos, nunca faria a mesma coisa para mim, pois desejar essa regressão e até encená-la inocentemente com strippers para gáudio de amigos, tem algo de deprimente e melancólico. Uma vez comentei com amigos a minha ideia de despedida de solteiro: fazer uma grande caminhada por montanhas para caçar e pescar a própria comida e assá-la em fogueiras, beber cerveja e fumar coisas e contar histórias, entrar em contacto com os nossos antepassados e não comentei mais porque invariavelmente a minha sugestão foi acolhida com risos de escárnio. A crise de meia idade também parece uma regressão. Antes de abraçar a “velhice” e viver confortavelmente na curva descendente cronológica, o homem pode desenvolver uma súbita paixão pelo descapotável desportivo com que fantasiava ao tirar a carta. Não sendo bem uma regressão, tenho comportamentos que às vezes se assemelham a tal, porque tenho dificuldades em encarar certas coisas a meio gás e ou estou a 100% ou a 0%. Os períodos de 0% parecem ‘regressões’ e os de 100%, obsessões.

3 thoughts on “regredir

  1. Preferia de longe a tua versão de despedida de solteiro. Pessoas mentalmente e emocionalmente melhor resolvidas só se sentem estimuladas e desafiadas com a ousadia e com o verdadeiro. Não é com a fantasia e a ilusão. E existe algo mais verdadeiro para se realizar antes de dar o nó que ir para o campo, pescar, tratar do peixe, cozinhar, dormir ao relento? Depois sim, pode-se voltar à vidinha de sempre. Que normalmente inclui farras, bebedeiras, strippers..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s